domingo, 8 de maio de 2011

Justiça Eleitoral cancela quase 1,4 milhão de títulos de eleitores

Prazo para o recadastramento encerrou no dia 14 de abril

 

Balanço divulgado nesta sexta-feira (6) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que 1.395.334 eleitores tiveram seus títulos cancelados por não terem votado nem justificado a ausência nas três últimas eleições. O prazo para o recadastramento dos eleitores encerrou no dia 14 de abril. Durante o prazo do recadastramento, que começou em 14 de janeiro, pouco mais de 72 mil eleitores regularizam a situação eleitoral. 


Para reativar o título que foi cancelado, o eleitor deve procurar a um cartório eleitoral e apresentar um documento de identificação, um comprovante de residência e preencher o requerimento de alistamento eitoral, disponível nos cartórios Deverá também pagar eventuais multas devido à ausência em eleições passadas. 

Tiveram o título cancelado o eleitor que deixou de votar no primeiro e no segundo turno de uma mesma eleição. Além disso, podem ser contadas faltas às eleições municipais, eleições suplementares, plebiscitos e referendos. Não são computadas as eleições anuladas por determinação da Justiça Eleitoral. 

O número de títulos cancelados neste ano foi o dobro do registrado em 2009, quando 551.456 eleitores perderam os títulos. Quem teve o título cancelado poderá ser impedido de retirar passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição. Também fica proibida a nomeação em concurso público. As informações são do G1.
Postar um comentário