quinta-feira, 31 de março de 2011

Presidente do TRE visita municípios e anuncia investimento para unidades eleitorais


Desembargador Pedro Ranzi anuncia investimentos nos TREs
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE/AC), desembargador Pedro Ranzi, visitou neste fim de semana parte dos municípios do Alto Acre a fim de conhecer as reais necessidades dos Fóruns Eleitorais e Postos de Atendimento Eleitorais (PAE) da 2ª Zona, 6ª Zona e 8ª Zona, localizadas ao longo da região. Na oportunidade, ele anunciou o investimento de cerca de R$ 3 milhões para a reforma e ampliação das unidades eleitorais do Estado.

A primeira parada do desembargador, acompanhada de sua equipe - o diretor geral do TRE/AC, Carlos Venícius e a engenheira civil Cícera Dias - ocorreu no Fórum de Senador Guiomard, na sexta-feira (25). O grupo foi recebido pela juíza de direito, Luana Campos, que é responsável pela 8ª Zona Eleitoral, que abrange Senador Guiomard, Plácido de Castro, Acrelândia e Capixaba.

Segundo o desembargador, a 8ª Zona Eleitoral poderá passar por uma divisão em breve, já que quatro municípios para a responsabilidade de um juiz é uma sobrecarga grande e compromete o bom andamento das eleições.

“Atualmente, o TSE [Tribunal Superior Eleitoral] autoriza que seja criada uma zona para cada 150 mil eleitores. Mas, é preciso levar em conta as peculiaridades da nossa região e as dificuldades em presidir uma eleição quando os municípios são muito distantes um do outro”, reforçou.

A juíza Luana Campos concorda com o desembargador. Disse que no caso da 8ª Zona, é mais do que necessário um desmembramento. “É difícil um juiz ter o controle de uma eleição sem poder estar presente em quatro municípios ao mesmo tempo”, completou.

Depois de passar por Senador Guiomard, o desembargador e sua equipe foram em Capixaba, onde conversaram com os servidores lotados no PAE e no Fórum daquele município. De lá, seguiram para a 2ª Zona Eleitoral, em Xapuri. Ainda no mesmo dia, o desembargador seguiu para o Fórum Eleitoral da 6ª Zona, localizado em Brasiléia. Lá, a chefe de cartório, Ana Cátia Galdino, perguntou sobre a possibilidade de implantar novas seções de votação no município. “Na última eleição tivemos um número de abstenção muito alto por causa da chuva. Algumas pessoas moram longe de suas seções e acabaram desistindo de votar”, destacou.

O desembargador Pedro Ranzi prometeu verificar esta possibilidade e adiantou à chefe de cartório que a visita é justamente para alinhar detalhes como esse. “Queremos melhorar as condições de trabalho, seja ela física ou de pessoal. E queremos também facilitar para o eleitor”, destacou.

A visita na região do Alto Acre encerrou na manhã de sábado (26), com a ida à Assis Brasil, onde o desembargador e equipe foram ao Fórum do município, recém construído, e ao PAE.

Segundo o desembargador, algumas unidades eleitorais estão em melhores estados que outras, mas a maioria deverá passar por reparos necessários para que nem o aspecto físico e nem o pessoal impeça que as eleições de 2012 transcorram dentro da normalidade. Dentro de algumas semanas, o desembargador deverá visitar outras regiões do Estado.

Confira os investimentos:
    * R$ 174 mil para a ampliação do Fórum Eleitoral da 3ª Zona (Sena Madureira)
    * R$ 104 mil para a ampliação do Fórum Eleitoral da 6ª Zona (Brasiléia)
    * R$ 75 mil para a reforma do prédio da 2ª Zona (Xapuri)
    * R$ 75 mil para a reforma do Fórum da 8ª Zona (Senador Guiomard)
    * R$ 1 milhão para a reforma da sede do TRE/AC (Rio Branco)
    * R$ 1,7 milhão para a segunda fase da obra do novo Fórum da 4ª Zona (Cruzeiro do Sul)
Postar um comentário