segunda-feira, 9 de maio de 2011

Área equivalente a 100 campos de futebol desmatadas

Queimadas no Acre
O Ministério Público Federal (MPF/AC) denunciou o pecuarista Allan Jonathan Coutinho pelo desmate ilegal de 95 hectares em sua propriedade rural no Município de Acrelândia, a cerca de 120 km de Rio Branco, capital do Acre. Segundo a denúncia, além de desmatar sem autorização, o pecuarista ainda atingiu área de preservação permanente às margens de um curso d`água dentro de sua fazenda.

O desmatamento foi comprovado tanto por auto de infração do Instituto de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), quanto por perícia realizada pela Polícia Federal. Os documentos comprovam também que o fazendeiro cria gado na área desmatada ilegalmente,
impedindo, assim, a regeneração florestal.

A ação, assinada pelo procurador da República Anselmo Henrique Cordeiro Lopes, pede a condenação do pecuarista por crimes previstos em dois artigos da lei de crimes ambientais, que podem render ao acusado até três anos de prisão, além do pagamento de multa.
Assessoria MPF/AC
Postar um comentário