terça-feira, 8 de março de 2011

Beira de Estrada Vira um Lixão

Lixão na Estrada do Irineu Serra
Um trecho de cem metros da Estrada Raimundo Irineu Serra, no bairro Irineu Serra, continua servindo de lixão. Entulho de construção civil, ossos de animais, pneus, peças de computadores e carradas de podas de árvores se acumulam à beira da estrada de barro.

O problema existente na região do Irineu Serra também se estende a outras regiões da Capital acreana, entre eles a Estrada que passa por trás da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas do Segundo Distrito. O problema já foi mostrado pela TV Acre no mês fevereiro.

Segundo a Semeia, a fiscalização tem percorrido esses locais de forma sistemática e com vigilância dos fiscais. A dificuldade é encontrar os responsáveis pelos despejos para responsabilizá-los.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente orienta que quem ver caminhões despejando entulho anote a placa do veículo e denuncie pelo (68)3228-2894 ou 190 da Policia Militar. Um dos fatores que leva aos despejos nesses lugares, segundo o órgão, é que quem produz o resíduo ou quem o transporta nem sempre quer pagar as taxas dos aterros.
Ossada de animais






Área de proteção Ambiental (APA)
Postar um comentário